Contentores de Cargas

Este guia sobre contentores oferece alguma informação rápida sobre contentores de carga modernos e também algumas dicas sobre como escolher o contentor certo para a sua expedição.

Ao longo dos últimos 100 anos, o mundo viu inúmeros tipos e tamanhos de contentores, mas os sistemas de 20 e 40 pés tem-se tornado gradualmente no sistema dominante pelo mundo e é o único sistema que se vê usado na Portugal. Dentro deste sistema também existem muitas variações, cada uma sendo adequada para diferentes tipos de bens.

Existem dois contentores dominantes 

Mesmo dentro do sistema de 20 e 40 pés, existem muitos tipos e tamanhos de contentores. Felizmente, apenas dois tipos de contentores de carga sólida constituem mais de 80% da frota de contentores global, e estes serão muito provavelmente os únicos relevantes para si. Os dois contentores são os de 20 pés e os chamados Contentores de Grande Volume (ou High Cube) de 40 pés.

Contentores de 12 pés (20’ DRY)

Contentores de 12 pés (20’ DRY)

O contentor de 6 metros tem 20 pés de comprimento (daí o nome), 8 pés de largura e 8,5 pés de altura. O que é relevante para si, no entanto, é que o interior mede 5,90 m de comprimento, 2,35 m de largura e 2,39 m de altura, para uma capacidade de 33 metros cúbicos. No entanto, na prática, não deve contar com a capacidade de utilizar mais do que 90% do espaço, portanto deve contar apenas com 30 metros cúbicos no interior do contentor.

O contentor de 20 pés pode suportar 28 toneladas – quase uma tonelada por metro cúbico. Isto torna-os particularmente aptos para cargas muito pesadas, como metal, papel e madeira. Para além disso, também são uma boa alternativa para pequenas empresas que não conseguem carregar completamente um contentor de 40 pés.

Dimensões exteriores: 20 pés x 8 pés x 8,5 pés
Dimensões interiores: 5,90 m x 2,35 m x 2,39 m
Volume: 33m3
Capacidade de Carga: 28 toneladas

Contentores de 40 pés (High Cube) (40’ HC)

Contentores de 40 pés (High Cube) (40’ HC)

O contentor de 40 pés (High Cube) é o tamanho de contentor mais comum e compõe mais de metade da frota global de contentores. Mede – como o nome sugere – 40 pés (12 metros). O termo ‘High Cube’ refere-se ao facto de que medem 9,5 pés (2,9 m) de altura e, portanto, são um pé (0,30 m) mais altos que os contentores de 20 pés e que os de 40 pés ‘normais’, que medem ambos 8,5 pés (2,6 m) de altura. Os contentores High Cube podem conter até 76 metros cúbicos. Mas na prática, não deve contar com a possibilidade de usar mais que 68 metros cúbicos.

A capacidade máxima de carga é de 26 toneladas, que é um pouco menor do que a dos contentores de 20 pés. O grande volume torna os contentores adequados para cargas relativamente leves de bens que são deslocados em grandes quantidades. Isto pode incluir mobiliário, aparelhos eletrónicos, certos tipos de têxteis e muitos outros tipos de bens.

Dimensões exteriores: 40 pés x 8 pés x 9,5 pés
Dimensões interiores: 12,03 m x 2,35 m x 2,69 m
Volume: 76 m3
Capacidade de carga: 26 toneladas

Construção e design de contentores 

Um contentor é considerado parte do barco e, portanto, deve ser tratado como tal. As empresas de expedição gastam somas substanciais na reparação e manutenção dos seus contentores e os mesmos são regularmente inspecionados por empresas de certificação, tais como a Det Norske Veritas GL e o American Bureau of Shipping. Se um contentor for declarado impróprio para navegação, então não será permitido a bordo, pois contrariamente, por princípio, o barco todo não seria considerado próprio para navegar.

Construção e design de contentores

O ‘esqueleto’ do contentor consiste numa base e em 4 postes laterais, que suportam as muitas toneladas que normalmente resultam ao haver 8 ou 9 contentores empilhados em cima. É colocado um chão de plástico ou de madeira no fundo e será substituído várias vezes durante a vida do contentor. Os contentores andam tipicamente a bordo durante 15 anos antes de serem vendidos para uma sucata ou para outro qualquer uso.

Existem olhais de amarração no fundo do contentor que podem ser usados vantajosamente se possuir cargas que possam mover-se durante o transporte.

Construção e design de contentores

Juntamente com o contentor, a empresa expedidora normalmente também lhe oferece um selo de contentores. Assim que tenha carregado os seus bens no contentor e fechado as portas, coloque o selo nos ilhós das portas que são designados para este fim. O selo só pode ser aberto com alicates e serve como garantia de que o contentor não foi aberto durante o transporte. As autoridades aduaneiras e as outras agências públicas, tais como as Administrações Veterinárias e Alimentares também podem colocar os seus próprios selos nos contentores.

Outros tipos de contentores

Existe uma multitude de diferentes tipos de contentores para outros fins específicos. Aqui estão alguns dos mais comuns.

    1. Contentores refrigerados são usados principalmente para o transporte de carne, fruta, vegetais e muitos outros alimentos e bens que precisam de ser transportados congelados ou refrigerados. As unidades mais sofisticadas também podem gerir, por exemplo, o conteúdo de CO2 do ar dentro do contentor, para que o processo de amadurecimento das frutas possa ser controlado durante o transporte.
    2. Contentores-tanque são usados para transportar líquidos, principalmente químicos.
    3. Flat-racks são uma espécie de contentor que é usado como uma espécie de ‘chão’ num barco de contentores. São usados para itens que são demasiado largos ou altos para caber num contentor normal. O item pode ser um autocarro, uma âncora ou uma escavadora, por exemplo.
    4. Contentores Open Top são contentores sem topo. São basicamente usados para itens muito longos que podem ser melhor carregados de cima para baixo, através da cobertura. Pode ser o caso de tubos ou troncos, por exemplo.
    5. Contentores Open Side são contentores – como o nome sugere – cujos lados foram substituídos por folhas de plástico. Isto torna possível carregar o contentor diretamente de lado usando uma empilhadora.

Qual contentor devo usar?

A regra geral para escolher o contentor certo é:

Se tiver mais que 30 metros cúbicos e pesar menos de 26 toneladas, deve escolher um contentor High Cube de 40 pés
Se tem entre 15 e 30 metros cúbicos deve escolher um contentor de 20 pés
Se tem menos de 15 metros cúbicos, normalmente não escolheria um contentor completo. Quererá provavelmente enviar os bens como carga solta. Pode ler mais sobre carga solta aqui e pode encontrar preços para carga solta aqui.

História dos contentores

Mesmo que o contentor de cargas moderno tenha uma vida tranquila e pouco glamorosa, foi, juntamente com a internet, uma das maiores revoluções da sociedade moderna. É a base para a cadeia de fornecimento moderna e para a enorme globalização que ocorreu ao longo dos últimos 30 anos. Custou o emprego de milhões de trabalhadores de portos e docas e reduziu o desperdício, os extravios e os danos a praticamente zero. Venceu guerras e ajudou pessoas em necessidade.

História dos contentores

Se gostaria de ler mais sobre esta caixa anónima – cujas caraterísticas principais são que define um padrão – recomendamos o livro “The Box”, escrito por Marc Levinson.